ATA DA ASSEMBLEIA DOS ESTUDANTES DE MEDICINA DA UNIFESP DO DIA 08/10/2013

Às 12h do dia 08 de outubro de 2013, reuniram-se estudantes de Medicina da Universidade Federal de São Paulo. Como não havia quórum de estudantes suficiente, aguardou-se até 12h30 e assim deu-se o início da Assembleia com o número presente.

Thiago Coelho 80 fez a apresentação de todo o processo da Reforma Curricular. Terminada a apresentação, Wumathylla 80 explica que a Reforma vem para tornar nossa grade melhor. Ela já se deu problemática desde o início, pois se escolheu começar a montar a grade do sexto ano para trás. Há dificuldade também na resistência de mudança de alguns professores. Marco Aurélio 80 questiona sobre a demanda de História da Medicina na grade fixa do primeiro ano. Marco também diz que a mudança de horário tem acontecido sem diretrizes nem elaboração de plano acadêmico. Luciana 80 também questiona o real interesse dos estudantes em história da medicina bem como sobre Educação e Comunicação em Saúde. Thiago 80 diz que a comissão não julga sobre a retirada de uma matéria já existente, pois isso é mais complexo. Algumas matérias sofrerão redução de carga horária. Wumathylla 80 propõe que se faça uma votação sobre a História da Medicina e se mostra contrário à inserção dessa matéria no primeiro ano. Wilson 79 pergunta quem irá coordenar a realização das eletivas e também pergunta se a patologia ficará como está. Thiago 80 diz que a patologia ainda está em discussão, porém tende a permanecer. A coordenação das eletivas ficará com os departamentos, que serão obrigados a ter pelo menos 1 eletiva. Gabriela 81 pergunta sobre as mudanças de Biologia Molecular. Thiago 80 responde que ela será unida com Bioquímica no primeiro semestre do primeiro ano, essas duas como base para fisiologia. Gabriela 81 pergunta sobre Saúde Coletiva e Psicologia Médica do primeiro ano. Thiago 80 disse que a proposta é que essas duas matérias se fundam, porém os professores ainda não conversaram. Lucas Carlini 80 diz sobre educação médica, que essa reforma não mudará o modelo de formação do médico, atualmente focado na ausência de doenças. Bruna 81 questiona sobre o problema do tempo das aulas, que teoricamente possuem 4h, mas acabam mais cedo quase sempre. Thiago 80 diz que na EPM os alunos não tem o costume de falar sobre problemas pontuais da graduação que ocorrem frequentemente. Ele diz que os alunos e os representantes de sala devem ser estimulados a procurarem a coordenação do curso médico ou os representantes discentes dos órgãos colegiados. Alexandre 79 destaca como pontos positivos a vontade de mudar e que professores influentes têm ajudado nesse sentido. Realiza críticas a respeito da Reforma, que parece uma reorganização de nomes, as mudanças acadêmicas não estão sendo feitas. Alexandre 79 ainda reclama da falta de disciplinas integradas com outras áreas da saúde, das aulas extensas com apresentações de slides. Ele demanda reais mudanças estruturais. Thiago 80 fala sobre o corporativismo dos professores, que tudo ocorre “na amizade” e “no cafezinho”. Ainda ressalta a falta de professores voltados para a integração de conhecimento.

Thiago expôs as mudanças do calendário de 2014 por causa da copa do mundo. Gabriela 81 propõe que votemos se queremos o período da copa de férias, com o início da aula em janeiro. Luciana 80 questiona sobre a disponibilidade dos funcionários e professores. Wumathylla 80 explica que eles têm calendário bem mais flexível. Ele ainda adiciona que é favorável a ter mais férias no meio do ano e menos no final; acha ruim ter aula durante a copa por causa do caos que ficará São Paulo. Amarilis 80 pergunta sobre casos especiais de pessoas com passagens marcadas. Gabriel Glebocki 80 diz que está em cima da hora para mudar as férias do início de 2014. Darizon 80 diz que conversando com outras faculdades, elas têm pegado uma semana de janeiro como sugerido pela Gabriela 81 e afirma que seria bom padronizar por causa de eventos entre as faculdades. Alexandre 79 propõe abono de falta de pessoas com passagens marcadas. Rafaela 79 diz que o terceiro ano está se mobilizando para manter as 3 semanas de férias e ter aula durante a copa. Wilson 79 apoia o início mais cedo das aulas e o abono de falta. Luciana 80 e Gabriel Glebocki 80 levantam a proposta de tirar 1 semana das férias de dezembro de 2014, sendo esta transferida para preencher o período total de férias na Copa do Mundo. Os exames seriam marcados em pró-aluno. Arthur 80 diz não achar válido abono de falta porque o conhecimento não será aprendido.

De propostas encaminhadas para votação:

-História da medicina:
1) A favor de que ela faça parte obrigatória do currículo durante o primeiro ano = 0 votos

2) Que ela continue como eletiva = todos os votos (exceto 1)

Abstenções: 1.

-Calendário de 2014:
1) Ter aula na primeira semana da copa do mundo e as 3 semanas das férias de julho seriam usadas para cobrir o resto da copa = 0 votos

2) Ter aula na última semana da copa do mundo e as 3 semanas das férias de julho seriam usadas para cobrir o resto da copa = 2 votos

3) Retirar 1 semana de férias de janeiro de 2014 e possuir as 4 semanas de copa do mundo de férias = 1 voto

4) Retirar 1 semana de férias de dezembro de 2014 e possuir as 4 semanas de copa do mundo de férias = 21 votos

Abstenções: 1.

Eu, Yago Carvalho Baldin, Coordenador de Comunicação, lavrei essa ata e dou fé a seu conteúdo.

Anúncios