Ata da Reunião Ordinária do CAPB do dia 04/05/2015

Informes e repasses: comissão RU, subcomissão edifício acadêmico, cenepes e reunião CAs
Pautas: carta boicote comissão cortes, reunião ordinária temática sobre terceirizações

Informes e repasses

– Comissão do restaurante universitário: RU reabriu hoje 04/05. Qualidade da comida na primeira semana sempre é melhor que o padrão , veremos como continuará. Fila grande , segundo Yago porque calouros ainda não tem crachá e precisam anotar o nome. Precisa de um suplente, pois é o Wumathylla e ele não tem ido . Yago sugeriu de ir um calouro que tenha interesse.

– Subcomissão do edifício acadêmico: Planejamento dos edifícios a serem construídos a curto, mpedio e longo prazo no Campus SP. Dentre esses , tem o edifício acadêmico ,o qual inclusive abrigará o RU no futuro . Não tem previsão nem para início das obras .

-CENEPES: Ocorreu dia 01,02,03 de maio em Ouro Preto.  Temas Mercantilização da saúde, Opressões e houve uma ROEx . Convite que o Marco deixou para curso da liga de medicina da família da santa casa na quinta-feira .

-Reunião dos CAs: Presença de todos os cursos do Campus SP. Debate acerca do RU , pois não tínhamos o cenário se o RU voltaria mesmo na segunda-feira(hoje 04/05). Debate sobre o transporte , pois é uma pauta importante para a medicina , mas quem mais tem estágios fora é da enfermagem .É uma pauta para reivindicação prática mais possível de ser conquistada . Organizaremos possivelmente um abaixo-assinado . Sobre a Biblac, que já teve a reforma aprovada que consta no projeto de ter uma livraria e cafeteria provada , sendo até possível reduzir espaço dos alunos . Questão de alterar representante atual da Subcomissão da Biblac, pois esse não tem ido na reunião.  Nova reunião dos Cas  marcada para quarta-feira (06/05)

Pautas

-Apoiada carta de boicote à comissão de cortes.

-Reunião temática terceirização:  Debatemos alguns dados trazidos para reunião , que evidenciavam que a terceirização aumentará a precarização do trabalho e dificultará a organização dos trabalhadores .

 //

Ata da Reunião Ordinária do CAPB do dia 27/04

Informes e repasses: ROEx, CR-DCE, Reunião dos CAs São Paulo e curso “Como Funciona a Sociedade?”
Pautas: inscrições EREM, RO temática e Cine-debate

Informes e Repasses:

-ROEx: Nos dias 18, 19 e 20 de abril aconteceu a reunião em São Luís do Maranhão. Ele começou com um espaço de formação do coletivo negro NegreX e uma discussão sobre a diminuição da maioridade penal, além de um espaço sobre machismo. Foi aprovada a programação do ECEM Paraíba também e o anúncio de um intercâmbio aqui no Brasil sobre saúde pública, o grupo vai ser formado por brasileiros e estrangeiros. Outra pauta foi o FIES, como várias locais tem problemas com ele hoje, a DENEM está correndo atrás de meios legais para resolver a conjuntura, porém não há o que fazer juridicamente. Por isso, a sede e outros CNs estão em Brasília conversando com órgãos que possam ajudar a melhorar a situação dos novos contratos que sofrem um sério entrave. Foi aprovado o reembolso de notas do nosso representante na ROEx.

-CR-DCE: A reunião começou tendo um momento de informes e repasses, nele Guarulhos falou que a greve continua, apesar das pessoas que tocam a mobilização terem diminuído. Sobre São Paulo, houve uma assembleia na biomedicina, mas eles farão um repasse melhor na reunião dos CAs. De principal, foi pensado o quanto seria interessante se desgastar fazendo eleições e mobilizando pessoas para essa organização enquanto a unifesp está em um momento pleno de lutas estudantis. Além disso, falou-se sobre o bandejão em SP que essa semana é a final do prazo que a direção do campus deu para resolver a questão.

-Reunião dos CAs São Paulo: Um dos casos discutidos foi o do bandejão, que já está demorando muito e passando o mês de abril que era o prazo final para resolução desse problema. Além disso, foi discutida a questão dos transportes para estágios obrigatórios, que hoje não há no campus São Paulo. A biomed também trouxe a pauta do título deles de biólogos ao fim do curso e não de biomédicos, que é um problema para o mercado de trabalho. Sobre os cortes na universidade, isso vai ser conversado na próxima reunião na 4ª feira às 12:00 no DCE. Fora isso há um novo projeto de reestruturação da biblioteca que parece bem estranho, pois vai até ter uma cafeteria no espaço.

-Como funciona a sociedade?: Vai acontecer dia 16 e 17 de Maio. Aprovado CAPB financiar gastos do café do curso, mas apresentar as notinhas.

Pautas:

-Inscrições EREM: Continuamos com as 15 inscrições e vamos ratear o resto.

-RO temática: Espaço sobre as terceirizações na próxima RO.

-Cine-Debate: Mudou pra dia 11 de Maio.

//

Ata da Reunião Ordinária do CAPB do dia 06/04/2015

Informes e repasses: Reunião orçamento e representante para comissão de orçamentos
Pautas: Representante discente comissão novo curso, representante discente moradia estudantil, inscrição EREM, violência do Estado, festa CAPB, festa trocado biomed e workshop

Informes e repasses

-Reunião orçamento e Representante Comissão dos Orçamentos :  Prae convocou reunião sobre possibilidades de cortes orçamentários, se a Dilma assinar a lei orçamentária com cortes, pois a lei do congresso passou sem cortes.  Foi uma exposição de números de possibilidades de corte: eliminar perfil 4 e 5 ( ” menos vulneraveis ” ) , aumentar preço pago pelo estudante do bandejão para R$4,00, diminuição das pessoas com direito à auxilio alimentação , perfis 1 e 2 com isenção do bandejão ( 22 pessoas ,apenas).  Nessa reunião foi questionado de que já surgiu a proposta pronta, então  foi aprovado de se fazer uma comissão para estudar o orçamento e para pensar em cortes de gastos .

-Apresentaão DENEM : Wumathylla colocou convite para a mesa de apresentação da denem que ocorrerá na USP , dia 06/04/2015 às 18h.

-Roda Mais Médicos : dia 15

-Assembleia dos docentes : amanhã dia 07/04 12h haverá assembleia dos docentes

– Fórum do dia 10 : Paralização proposta para dia 09 e fórum a ser realizado no dia 10, na pratica apenas  Diadema foi dispensado .

Pautas

-Representante discente comissão do novo curso : Lucas se ofereceu para participar da Comissão .

-Representante discente comissão da moradia estudantil  : Contextualização Otavio Breda gostaria de assumir a comissão . Wumathylla se colocou contra a representação , pois diz que aluno nunca participou do Centro Acadêmico e julga que  não teriamos repasse .  Tiramos de Letícia ir acompanhada  pela Simone na comissão da moradia .

– Inscrição EREM : Aprovados 15 vouchers de inscrições do 1º prazo pagas pelo CAPB a depois ver reembolsos e outros financiamentos .

-Violência de Estado :  Questões que surgiram com a morte do Eduardo de 10 anos , relembrando a roda de 2013 , posto que é um tema que está sempre recorrente .

-Festa CAPB : Proposta de fazer uma festa após Erem

-Festa do Trocado Biomed : Problematizar a associação feita no evento de opressão ao calouro .  Encaminhamento de escrever nota e postar no CA’s SP

-Workshop : Precisamos iniciar a organizar o Workshop de 2015 .  Fábio e Ighor

//

Ata da Reunião Ordinária do CAPB do dia 30/03/2015

 Informes e repasses: seminário frente contra privatização saúde, plenária intercampi
Pautas: financiamento cenepes, financiamento erem, avaliação vinhada

Informes e repasses

-Seminário da frente contra a privatização da saúde – Quinto seminário nacional. No RJ, sexta sábado e domingo. Marco, Teló, Erika e Alba foram. Movimento social que engloba outros movimentos não privatistas, como o fórum popular de saúde. O seminário tentou dar alguns tons ao movimentos. 1- Luta tem que ser unificada, vários movimentos se expressaram e foram pregadas sempre unificações de luta. É difícil essa unificação sendo que existem divergências sobre como não privatizar a saúde. Foram expostos modelos como os dos EUA, totalmente privatizado, um como o do SUS, com privatização parcial, e outro com os 10% do PIB. As diferentes visões sobre o assunto é natural, já que existem diferentes vertentes da esquerda pautando o assunto (partidos, coletivos, movimentos sociais). Foi feito um panorama sobre a situação da saúde na América Latina, onde viu-se um avanço da privatização. Diferentes movimentos sociais fizeram repasse de como vai a luta nesse âmbito, como MTST e indígena. Foi um seminário com bastante gente. Houve bastante dificuldade com relação ao método, como por exemplo quando seriam os encaminhamentos alguns grupos pensavam que ainda estava na discussão. A plenária final, por exemplo, foi bastante atrasada por conta dessa dificuldade. O melhor ponto do seminário foi analisar os diferentes pontos que pegam em cada categoria, como por exemplo a Farmácia Popular, causando oneração do estado, para o pessoal da Farmaco. Alguns pontos foram bastante abordados: Grande polarização- conflito de interesses do Capital com os da classe trabalhadora. Houve um consenso quanto a luta contrária aos interesses do grande capital e sua manifestação na saúde. Houve a proposta de criação de autarquias públicas para tentar combater o modelo de OSS’s privatizante. Aumentando a eficiência pública na regionalização do SUS. Um problema foi o excesso de Academicismo, o que afetava a compreensão do público.

-Plenária intercampi – O pessoal do campus Guarulhos chamou essa plenária aqui no campus São Paulo. Isso surgiu porque Guarulhos iniciou uma greve cujo estopim foi o corte do transporte do campus até o acesso ao transporte público. Na plenária foram levantados pontos pertinentes, como o aumento na nota de corte do vestibular, se isso não aumenta a elitização do espaço universitário. Mas avaliamos que no geral movimentos sociais e ações de base como a greve têm que ter pautas mais concretas e organizadas para além da troca de vivências e debate dos assuntos das diferentes locais. Por isso avaliamos que o trabalho de base tem que ser fomentado para isso. Para que possamos organizar o movimento e fortalecê-lo. Até para que figuras políticas, como no caso a reitora Soraya Smaili não contorne a situação e acabe rebaixando a pauta do movimento popular que se organizou. Nesse sentido da organização de base organizamos o Como Funciona a Sociedade 1 para acontecer nos dias 16 e 17 de maio. –

Pautas

-Financiamento CENEPES: Foi decidido que ou vamos financiar ou o transporte ou a inscrição de algumas pessoas. Vamos aguardar para ver se o transporte vai acontecer mesmo.

-Financiamento EREM: Marco vai fazer uma pesquisa de quantas pessoas se interessam em ir ao evento e a partir daí nós deliberamos o quanto vamos financiar, mas o financiamento foi avaliado como importante e vai acontecer.

-Avaliação da Vinhada: Fez-se uma análise de que nós falhamos como movimento estudantil por causa de alguns eventos que aconteceram na festa que foi organizada pelo CAPB. Momentos opressivos e que nós enquanto organização não conseguimos barrar e nem fazer nada educativo no momento se fizeram presentes. Por exemplo, sobre as músicas nós não divulgamos que fizemos um trabalho para que não tocasse nenhuma música opressiva, machista, etc. Bem como não divulgamos que a festa era “friendly”. Para além disso, fizemos uma análise da festa “open bar” e concluímos que não temos acúmulo suficiente para analisar o quanto esse tipo de festa pode ser opressiva e ter uma repercussão que não condiz com as posições do movimento estudantil tocado pelo CAPB. (Lu vai pegar 60 reais pra reembolsar os bolinhos).

//

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO CAPB DO DIA 23/03/2015

Informes e repasses: comissão do curso médico, conselho de graduação, assembleia dos docentes, reunião regional, curso novo de medicina da unifesp, sindicâncias da unifesp, nota de apoio à chapa da eleição do danc

Pautas: como funciona a sociedade, planejamento coordenação política, financiamento cenepes, cnpj

 Informes e repasses

 -Comissão curso médico: Na última reunião discutiram sobre a carga horária das eletivas: duas por semestre de dois meses cada. A seleção será por coeficiente de rendimento, mas só vale depois que esse sistema começar a rodar. Vai ter eletiva no segundo semestre do primeiro ano. Quem é mais novo parece que vai usar a nota do ENEM. Deixaram para resolver alguns pontos na reunião ordinária da comissão.

 -Conselho de graduação: Falaram sobre preenchimento de vagas de vestibular da universidade, medicina e fono preencheram as vagas, mas dos demais cursos ainda sobraram. Campus ZL aprovaram 5 primeiros cursos de lá. Abriram comissão de abreviação de duração do curso.

 -Assembleia dos docentes: Sexta passada às 12h. Perspectiva de mobilização nos campus. Pelos comentários, ainda sem perspectiva. Moção de apoio à PUC São Paulo, com ocupação de reitoria por problemas no bandejão e fim de cursos como filosofia. Moção de apoio aos trabalhadores da Sabesp (diversas demissões). Discussão no ANDES de possibilidade de greve, mas ainda sem perspectiva por reajuste conquistado na greve de 2012. Em Santos teve uma grande corte de funcionários da limpeza (atraso de limpeza) estudantes mobilizados em apoio aos trabalhadores, diminuição de 25%. Paralisação semana passada em Guarulhos. Hoje tem assembleia pautando a greve, após a paralisação. Campus São Paulo com diversas dívidas, principalmente atrasos de salários. 28 e 29 de Março assembleia do ANDES com possibilidade de pautar greve. Importância de ficarmos ligados na mobilização dos docentes e também dos outros Campus.

 -Reunião Regional: Foi falado o que é essa reunião e o que ela se propôs a discutir. Espaço do FIES: aumentos abusivos das mensalidades junto ao corte de gastos do MEC estão construindo uma conjuntura de sucateamento do ensino superior. Deliberações sobre o EREM: vamos fazer o repasse pelo grupo do CAPB e convidamos todos os presentes na RO para o evento.

 -Curso Novo de Medicina na UNIFESP: Colocou-se o panorama da Unifesp e a forma como a notícia de um novo curso de medicina surgiu.

 -Sindicâncias na UNIFESP: Caso de racismo no campus baixada: apresentou-se o que aconteceu ano passado e o Lucas se dispôs a fazer parte da sindicância que está avaliando a punição dos envolvidos na escrita de “racista” na porta da diretoria do campus baixada. Caso do Ato em SP a favor de manter o terreno do DCE/Atlética: sindicância em andamento e foi discutido o significado dela dentro do contexto universitário.

 -Nota de Apoio à chapa da eleição da UFPR: Foi feito um panorama do que aconteceu na eleição do DA da UFPR. Colocou-se a questão do DA ter um histórico de luta, combativo. A chapa que a gente apoiou enquanto CAPB perdeu.

 PAUTAS

 -Curso como funciona a sociedade: Foi apresentado como se dá o curso e o que ele propõe a debater. Avaliou-se que seria interessante de se puxar um dia para a gente organizar. Esse dia ficou indicado para 25 e 26 de Abril.

 -Planejamento:Roda de Conversa do Mais Médicos: foi acordado que dia 15/04 às 18:00 se realizará o espaço.
Cine-CAPB sobre a Determinação Social do Processo Saúde-Doença: será realizado no dia 30/04 às 18:00.
Opressões e Introdução à DENEM: indicativo de data para dia 19/05.
Bíceps: Jack e Fábio pediram para que todos pensassem em temas para as próximas edições e para que todos enviem textos para o jornal até a próxima.

 -Financiamento CENEPES: a pauta será trazida em reunião novamente, agora com números, pois não havia informação suficiente para planejar o financiamento.

 – CNPJ: Igor se comprometeu a ver se o CNPJ antigo tem dívida para nós regularizarmos.

//

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO CAPB DO DIA 16/03/2015

Informes e repasses: ConsU, Assembleia Geral dos docentes, Coletivo feminista campus SP

Pautas: representante discente para comissão no novo curso de medicina Unifesp, financiamento CENEPES/ECEV, nota de apoio à chapa 1 do DANC(UFPR)

Informes e Repasses

-ConsU: Ocorreu quarta passada. Informe de que a reitora está participando de movimentações em Brasília, junto a partidos e organizações políticas como o PSOL, numa frente contra os cortes orçamentários para as universidades federais. Houve os outros campi reclamando, novamente, sobre a situação financeira- destaque para o diretor do campus Guarulhos que, sobre a retirada do transporte antes oferecido aos alunos que ligava o metro ao campus, disse que prefere que não tenha o transporte mesmo pois era um contrato muito caro. Sobre a eleição para diretor da EPM, alguns conselheiros sustentaram que a candidatura da chapa 1 deveria ser barrada visto que o candidato a reeleição, ACL, está prestes a se aposentar compulsoriamente, e concorrer às eleições seria uma “artimanha” para que isso não ocorresse; a comissão eleitoral avaliou que a ponderação não procede. Foi definido que seria formada uma Comissão para o novo curso de medicina da Unifesp (detalhes na pauta abaixo), com pedido de um representante discente.

-Assembleia Geral dos Docentes: Ocorrerá na próxima sexta-feira, às 12h no anf. A. É importante essa assembleia e participarmos dela dada a conjuntura atual de cortes de verbas e precarização das condições de trabalho dos docentes e de estudo dos alunos.

-Coletivo Feminista campus SP: na última sexta-feira ocorreu uma reunião dos interessados em se criar um coletivo feminista no campus SP da Unifesp. Estavam presentes cerca de 20 pessoas, e ficou definido que durante este mês o foco principal seria estudar sobre o tema feminismo e suas várias vertentes para ter parâmetros melhores sobre criar (ou não) o coletivo. Essa semana deve ocorrer nova reunião.

Pautas

-Representante discente para Comissão no novo curso de medicina Unifesp: Sobre a questão de indicar um representante discente para essa comissão criada em ConsU, o estudante Wumathylla Silva Santana propôs que o CAPB divulgue para todos os alunos a “vaga” para que os interessados se manifestem. A aluna Jackeline Neves se opõe e diz que a função de um aluno sem critérios na comissão poderia servir de argumento para legitimar a criação do curso em condições precárias, e o representante poderia não ter em mente o seu papel na comissão e deliberar segundo seu “bom senso” e não segundo as discussões do CAPB. Fica definido que Jackeline, com ajuda de Amarilis e quem mais da gestão se propor, irão escrever uma nota sobre o papel da comissão, o fato do curso servir aos interesses do Programa Mais Médicos, o papel de um representante discente- e, assim, lançar a nota com a divulgação da vaga na comissao no grupo CAPB do facebook.

-Financiamento CENEPES/ ECEV: Cenepes- a inscrição está r$90 e a passagem de onibus r$143; frente aos valores e o não dimensionamento de quem tem desejo de ir no evento, Caio Teló- Coordenador Regional da DENEM- irá verificar se vai ter um ônibus subsidiado pela Regional para o evento. Amarilis Maldonado complementa que o financiamento deve ser prioritariamente para os coordenadores regionais, frente aos valores e ao caráter do evento. Vamos discutir com mais elementos depois da resposta sobre o ônibus da Regional. Ecev- aprovado financiamenteo de r$300 referente à passagem de ida e volta para Caio Teló participar do evento.
-Comunicação CAPB: Wumathylla Santana propõe que todas as atas do CAPB sejam divulgadas via internet, que o blog seja atualizado, e que sempre haja convocatória das Reuniões Ordinárias via internet. Caio Teló se propõe a atualizar o blog; coordenação de comunicação irá se organizar para que sempre haja convocatórias antes das RO’s; as atas serão feitas rotativamente pelos membros da gestão e publicadas até quarta-feira.

-Nota de apoio ao DANC-UFPR: Bruno Fialho pauta que o Diretório Acadêmico Nilo Cairo, da medicina UFPR, está em processo de eleição de gestão e a chapa 1 de lá, que compõe o diretorio atualmente, travou lutas contra a EBSERH, teve várias conquistas para os estudantes durante a greve de 2012 (como instrumentotecas) está concorrendo com uma chapa de bastante oposição, com posicionamento político muito divergente. A chapa 1 está pedindo notas de apoio de outros centros acadêmicos, inclusive do CAPB. Wumathylla se posiciona contrário à nota de apoio pois desconhece as propostas da chapa 1, quem compõe a chapa e se os integrantes destas fazem parte de alguma organização política/ qual; Jackeline indica o site que a chapa fez para divulgar as propostas, que tem os nomes de quem compõe, e sugere que Wumathylla entre em contato com os integrantes por inbox para saber se eles fazem parte de alguma organização política. É encaminhada votação: 7 votos a favor da nota; 3 abstenções (Caio Teló, Wumathylla Santana e Yago Carvalho).

//

Reunião Ordinária dia 02 de fevereiro de 2015

Repasses:

*COBREM: As frentes saíram foram saúde como direito, mercantilização da educação e educação médica. Regional Sudeste 1 com atuação polêmica no evento . ROEx ( 5 a 8 de março ) em Campinas , na UNICAMP, onde será decidida programação do CENEPES ( 1 a 4 de maio ) que será realizada na UFOP. ECEM será em João Pessoa. ECEXu será sediado pela UFSC. Lutas institucionais em forte na DENEM , por ser ano de conselho de saúde. Falta de formação dos estudantes. Erika exemplifica temas de saúde com debate rebaixado. SEDE: Suellen ( Evangélica do Paraná ) , Renan ( Santa Casa ) , Felipe Scalisa ( USP ).

* Matrícula : Não houve lojinha

1) Semana de Recepção dos Calouros : reserva do estacionamento C ( Marco confirmar ) , convidar CA’s para evento e marcar reunião , Happy hour (Luciana).

2) Reunião Regional no CAPB; ( 6 e 7 fevereiro ) regionais ( Gabi, Marco, Teló ) , Erika , Luciana.

3) Simpósio sobre Mais Médicos , espaço do Prof. Carlini. ( 11 de fevereiro ) Debate sobre o projeto com diversas pessoas , autoridades em geral , e pediram pro Centro Academico participar e ler a nota do CAPB mais médicos nos 5 minutos de apresentação na parte da manhã. Igor se dispôs a ir .

4) Roda Representatividade : data tirada foi dia 19/02 , alteração por ser mais conveniente dia 25/02

5) Serviço Civil Obrigatório na Medicina; Lei votada e aprovada na assembleia de sp, as estaduais terão 3 anos pra cobrir 6 meses de serviço. Resgatada discussão de PROVAB , nota da executiva . Haverá espaço de formação na reunião da regional , postar coisas no evento da reunião. Espaço de formação na RO .

6) Vinhada : data 27 de março.

7) Pintura do CAPB : Luciana disse que a tinta já foi comprada e está aqui. Precisamos definir uma data.