Departamento Acadêmico


Os Departamentos Acadêmicos são órgãos que ministram e avaliam o ensino de graduação, analisam propostas de criação de programas de pós-graduação e oferecem cursos deaperfeiçoamento em suas respectivas áreas. Essas ações ocorrem de acordo com as diretrizes estabelecidas pelas Câmara de Graduação e Câmara de Extensão e Cultura da EPM. Cabe a cada Departamento supervisionar a adequada aplicação dos recursos que lhe forem destinados, tanto no orçamento da UNIFESP como em relação aos recursos obtidos de outras fontes. É facultado aos Departamentos obter recursos adicionais mediante convênios ou contratos, com o objetivo de desenvolver atividades de ensino, pesquisa e extensão. As atividades do Departamento são dirigidas e acompanhadas pelo respectivo Conselho.


A Escola Paulista de Medicina é constituída pelos seguintes Departamentos Acadêmicos:

I – Departamento de Biofísica;
II – Departamento de Bioquímica;
III – Departamento de Cirurgia;
IV – Departamento de Dermatologia;
V – Departamento de Diagnóstico por Imagem;
VI – Departamento de Farmacologia;
VII – Departamento de Fisiologia;
VIII – Departamento de Fonoaudiologia;
IX – Departamento de Ginecologia; Escola Paulista de Medicina Diretoria
X – Departamento de Informática em Saúde;
XI – Departamento de Medicina;
XII – Departamento de Medicina Preventiva;
XIII – Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia;
XIV – Departamento de Morfologia e Genética;
XV – Departamento de Neurologia e Neurocirurgia;
XVI – Departamento de Obstetrícia
XVII – Departamento de Oftalmologia;
XVIII – Departamento de Oncologia Clínica e Experimental;
XIX – Departamento de Ortopedia e Traumatologia;
XX – Departamento de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço;
XXI – Departamento de Patologia;
XXII – Departamento de Pediatria;
XXIII – Departamento de Psicobiologia;
XXIV – Departamento de Psiquiatria.

Função:


O Conselho do Departamento dirige as atividades do Departamento; encaminha aos Conselho próprios da EPM os programas das disciplinas e avalia sua implementação; propõe a contratação de professores; opina nos casos de afastamento de seus docentes e técnicos administrativos; propõe e opina sobre o regime de trabalho de seus docentes; propõe a realização de concursos na carreira docente e para a livre docência; além de propor e avaliar o regimento interno do Departamento; que deverá ser submetido à aprovação da Congregação.

Composição


O Conselho do Departamento é composto por Chefe e Vice-chefe, por todos os Professores Titulares, pela representação das categorias docentes; pela representação do corpo discente; pela representação dos servidores técnico-administrativos em educação e os chefes de disciplinas.
Os representantes discentes devem ser alunos de cursos da EPM, sendo um do curso de graduação, um de pós-graduação estrito senso e um dos residentes. Os representantes discentes têm poder de voto e são eleitos por seus pares, mas nos últimos anos têm sido por indicação, não se fala sobre duração máxima ou mínima, geralmente 1 ano. O Conselho de Departamento reúne-se ordinariamente no mínimo três vezes por semestre. As decisões do Conselho são adotadas pela maioria dos votos dos membros presentes.