“É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na Primavera o que se vira no Verão, ver de dia o que se viu de noite, com Sol onde primeiramente a chuva caía, ver a seara verde, o fruto maduro, a pedra que mudou de lugar, a sombra que aqui não estava.”(J.Saramago)

A CLEV, Coordenação Local de Estágios e Vivências, é a responsável local (em cada escola médica) e entidade pela qual se capilariza a CEV – Coordenação de Estágios e Vivências – da DENEM, a Direção Executiva Nacional dos Estudantes de Medicina (veja aqui). A DENEM por sua vez, é uma NMO (National Member Organization) do Brasil dentro da IFMSA Mundo (International Federation of Medical Students’ Associations – Mundo), podendo por exemplo celebrar acordos de intercâmbio estudantil (dos quais falaremos mais abaixo), além de ser o único membro pleno do Brasil, ou seja, representando o Brasil com voz e voto.

É por meio desses intercâmbios que os estudantes podem ser capazes de não só promover um aprimoramento técnico e prático, mas também verdadeiras vivência e expansão dos próprios horizontes de mundo, saúde e movimento estudantil a nível global e nacional, mostrando um positivo e verdadeiro caráter político. Por meio deles, podemos confrontar diferentes realidades de educação médica, de sistemas de saúde (apresentando nosso SUS e refletindo sobre ele e os outros) e de maneira única, um pouco das condições sociais que determinam diretamente o processo saúde-doença.

Sim, mas e quais são esses intercâmbios? Através do SCOPE, programa  internacional em prática médica, o estudante pode conhecer durante 4 semanas a vivência clínica (ou em uma área pré-clínica, se disponível) em uma escola médica/hospital. No SCORE, é possível desenvolver de diferentes maneiras uma pesquisa na área médica ou da saúde entre 4 e 8 semanas, também em um programa internacional. Já no EN, temos um programa nacional também em prática médica, com duração de 4 semanas. Outras modalidades incríveis existem e serão apresentadas para vocês nas oficinas e espaços promovidos pela CLEV Unifesp!

Não parando aí, os intercâmbios feitos junto à CLEV têm um custo muito acessível (com possibilidade ainda de editais de inscrições inclusivas) e os processos seletivos envolvem um sistema de pontos que valoriza praticamente toda a participação do estudante dentro do escopo acadêmico da universidade e do movimento estudantil no centro acadêmico e da DENEM. Siga e acompanhe a CLEV Unifesp nas redes sociais!

Facebook

Instagram

Um comentário em “CLEV Unifesp

  1. Olá! Queria receber mais informações sobre o funcionamento dos intercâmbios pela Clev. Sei muito pouco sobre o assunto, então, toda a informação é válida. Gostaria de saber também mais especificamente informações sobre a questão de amadrinhar um intercambista, bem como saber sobre o funcionamento do sistema de pontos. Obrigada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s